Sites que Recomendo:
Verdade e Vida
Rev. Hernandes

UMBET

 


VOCÊ TEM DÍVIDAS?

O que você está fazendo para diminuí-las? Saiba que a maior causa das dívidas é o descontrole das finanças pessoais. Normalmente você constrói dívidas e não ganha dívidas.

É claro que ao avalizar um "grande" amigo ou parente, você corre o risco de ganhar uma dívida, quando este não honrar os seus compromissos. Porém, a maior parte das dívidas são construídas pelo simples fato de você gastar mais do que ganha todo mês.

Lógico que ao gastar o que você não tem, todos os seus gastos são acrescidos de juros, e as taxas de juros praticadas pelo mercado são uma corda no pescoço, e esta corda começa a te enforcar comendo parte de sua renda.

Em uma pesquisa realizada pela empresa Telecheque e publicada no Jornal Estado de Minas do dia 28/05/02, revela dados importantes sobre a causa da inadimplência. Descontrole das despesas é a principal causa com 46,7%, a seguir aparecem com 16,6% "Emprestar o nome", 13,2% atraso salverdana e 9,3% desemprego e 14,2% outras.

Todas são causas podem ser trabalhadas para que você não seja inadimplente. O descontrole das finanças deve ser resolvido com o ajuste dos gastos de acordo com a receita. Você deve avaliar quais os riscos que corre ao emprestar um cheque ou avalizar um parente ou amigo. Atraso salverdana e desemprego, não devem ser motivos para inadimplência, pois, você pode constituir uma reserva financeira para suportar o atraso no pagamento e até constituir uma reserva financeira para o desemprego. Ficar desempregado não é motivo para ficar inadimplente pois saiba que várias empresas já descartam candidatos com problemas de crédito.

Outro dado interessante que a pesquisa revela é o seguinte: 53,6% dos inadimplentes são mulheres e o item de compra que se destaca como gerador da restrição é a compra de roupas. Será que compensa fazer dívida e ficar inadimplente para andar na moda "chique no urtimo"? Sinceramente acho que os problemas causados pela inadimplência como dor de cabeça, depressão, ulcera, etc., poderão deixar a mulher mais feia e menos feliz. Como está a qualidade de vida neste momento.

Em uma das ultimas e-zines do Venda Mais foi mencionado a definição de Status e quero relembrar agora. Status é comprar aquilo que você não quer, com um dinheiro que você não tem, para mostrar uma pessoa que você não gosta, aquilo que você não é. Resumindo isto é viver de aparências e na maioria das vezes causa dívidas.

Portanto seja mais feliz e evite dívidas. Que todos possam viver em paz com o dinheiro, até a próxima.

Autor: Erasmo Vieira
Consultor de Finanças Pessoais